Extrusora MRS

Extrusora MRS

Conceito de Extrusão MRS

O patenteado Sistema de Extrusão MRS oferece possibilidades completamente novas em relação à desgaseificação eficiente e extrusão de massas poliméricas. Adicionalmente, este sistema oferece excelente dispersão para a introdução de gases e / ou todos os tipos de aditivos.

Conceito

A extrusora MRS baseia-se em uma extrusora monorosca convencional, contudo equipada com uma seção de roscas múltiplas, para uma desvolatilização ideal.
A massa fundida é alimentada em um grande tambor central. O tambor contém 8 cavidades cilíndricas de extrusão, paralelas ao eixo da rosca principal. Nestas cavidades estão instaladas roscas satélite, acionadas por uma transmissão de coroa e pinhão. As roscas satélite giram no sentido oposto ao da rosca principal enquanto giram ao redor do eixo da mesma. Para que os voláteis possam ser evacuados livremente, a extrusora MRS possui uma grande abertura para a ventilação (expondo todo o comprimento das roscas satélite) que está completamente sob vácuo. Isso proporciona excelente e irrestrito acesso à massa polimérica, cuja superfície está constantemente sendo renovada a uma taxa extremamente alta pela ação as roscas satélite na seção de roscas múltiplas.
Além disso, é possível o controle preciso da temperatura da  massa, pois as temperaturas de todas as superfícies em contato com a massa podem ser controladas com precisão.

Performance de desvolatização

Graças aos elementos de múltiplas rotações, a superfície da massa criada é muito maior do que a de extrusoras convencionais.
Por exemplo: o sistema MRS cria uma taxa de troca na superfície da massa que é 25 vezes maior do que a oferecida por uma extrusora de rosca dupla corrotante.
Devido à rotação na direção oposta e alta velocidade dos rosca satélite, a superfície de polímero é aumentada por um fator de 100 quando comparado com uma extrusora monorosca e um fator de 40 se comparado com uma extrusora de rosca dupla.

Eficiência energética

O consumo energético específico com a tecnologia MRS por regra é 15% até 25% menor que nas tecnologias convencionais que exigem pré-secagem e / ou um sistema de alto vácuo. Em comparação com a utilização de rosca única no processamento de PET, a eliminação da pré-secagem e cristalização também reduz custos operacionais de manutenção. Comparado ao processamento de rosca dupla, o consumo de energia também é menor.

Isto ocorre principalmente no processamento de PET, que na maioria das vezes necessita de vácuo elevado. A MRS na maioria das aplicações não requer uma bomba de massa fundida para a pressurização.

Aplicação típicas da tecnologia MRS (Exemplos)

  • Fabricação de Láminas
  • Repeletização
  • Fabricação de Fibras
  • Fitas de arquear de poliéster
  • Reciclagem PE/PP
  • Desgaseificação PA
  • Tecnologia MRS-Mixing
  • Reciclagem de Resíduos Industriais